Advertisement

Responsive Advertisement

O TERMO "DANÇAS URBANAS"

Matéria que fala um poco sobre o termo que vem sido utilizado no Brasil.







Frank Ejara: O NOVO TERMO "DANÇAS URBANAS":

O NOVO TERMO "DANÇAS URBANAS"



Ola a todos.
Escrevo esse artigo para explicar a origem de um termo relativamente novo que apareceu no nosso meio.
Se trata do tal “Danças Urbanas” que na verdade é apenas um sinônimo para o já usado: “Dança de Rua”.
“Danças Urbanas” começou a ser usado por mim ha algum tempo e agora ele vem ganhando força e muitas pessoas, grupos e festivais tem adotado esse termo.
Mas, gostaria de explicar a razão  da origem desse termo, já que ele não existe efetivamente na sua origem americana.
Eu sempre achei, e por experiência própria, que o termo “dança de rua” era pejorativo.
A tradução literal de "Street Dance" nunca foi bem vinda pra quem não faz parte dela.
Eu como diretor de uma Cia. profissional de dança, sei bem o que já ouvi de produtores e programadores sobre o termo “dança de rua” para definir as danças que fazemos.
Muitos acham de imediato que somos mendigos, crianças abandonadas, sem teto e todo tipo de preconceito embutido que vem de brinde com a palavra “rua”, pois é cultural e é assim que o povo encara a palavra.
Por outro lado “Street Dance” em inglês não quer dizer exatamente "Dança de rua" quer dizer sim que é popular, que veio do povo, é uma expressão.
É como o termo “Street Wear” para moda, a roupa não é feita na rua, mas inspirada por quem vive nela.
Alem da própria historia das danças onde Don Campbell não criou o Locking na rua, nem Boogaloo Sam, o House Dance veio dos clubs e mesmo o Bboying desenvolveu-se nas batalhas da igreja San Martin no bairro do Bronx onde os padres eram os jurados.
Claro que temos a imagem dos anos 80 de garotos com boom Box e sua pista de dança nas costas, popularizada pela mídia. Que acontecia sim nos bairros dos Estados Unidos mas não define por esse motivo as origens das danças como sendo o ambiente RUA.
Enfim, a tradução literal é falha e gera preconceito.
Em 2005 eu tomei a decisão de banir o termo “dança de rua” do material da Cia. Discípulos do Ritmo apos uma longa conversa com Storm da Alemanha, pois lá ele também  não usa traduzir literalmente pro alemão o “Street Dance”, pois soa bem ruim lá também. Ele começou a usar Urban Tanz (Dança Urbana). Storm tem até um espetaculo chamado "Art of Urban Dance" (Arte da dança urbana).
Por sentir que a situação no Brasil era a mesma, eu comecei a usar o termo e falar em todo lugar que eu ia e em pouco tempo muitos começaram a aderir. Primeiro foram grupos de dança e dançarinos relacionados a minha Cia. Então, o Festival Passo de Arte foi o primeiro a mudar o nome de sua noite competitiva seguido pelo Festival de Joinville.
Minha idéia nunca foi cancelar o termo “Dança de Rua” pois se me chamarem por esse termo, eu ainda atendo, sem problemas. Minha idéia foi apenas eliminar um pensamento preconceituoso com o termo e acreditem, funcionou muito, pois consegui entrar em lugares que não tinha conseguido e ser ouvido onde não tínhamos voz.
Além do termo "novo" fazer mais justiça a realidade socio/historico/cultural dessas danças. 
Vejo agora que o termo se expandiu e a todo momento eu vejo pessoas se perguntarem de onde veio isso.
Bem, essa é a historia.
Abraço a todos.

Fonte: Frank Ejara

Postar um comentário

0 Comentários